domingo, 30 de janeiro de 2011

Tilt, tilt e mais tilt

Mas que grande sessão de tilt!!!

Duas bad beat seguidas na Full Tilt e entrei literalmente em tilt, perdendo bem mais do que poderia ter ficado apenas com as bad beats... Depois o pior for ir para a William Hill e continuar a mostrar a mais uns peixes como se tilta... Enfim, que dia de cash para esquecer!

O pior é que ainda estou irritado e apetecer-me jogar... Bah! Venham dizer para racionalizar certas coisas agora, venham! Apetece-me dar porrada a alguém!

As bancas ficaram em:
Full Tilt: $86.17 (cerca de -$8)
William Hill: €44.49 (cerca de -$1.5 depois de alguma recuperação)

Ainda joguei o freeroll da Cash Cow na William Hill, mas o tilt continuava e meti-me all-in com air num flop contra um peixe... Bah... É para esquecer mesmo.

Salvam-se os pontos suficientes que acumulei para subir para o nível 2 VIP da William Hill no próximo mês e para o nível Prata na PokerStrategy dentro de 1-2 dias, que me vai dar muito jeito para destiltar a ler material novo.

Dia de cash games

Ontem o dia foi todo para cash games de $0.01/0.02, quer na Full Tilt, quer na William Hill.

Quando se tem um dia cheio de interrupções, não dá para jogar SNGs, pois se tivermos que sair às pressas, ficamos sem o dinheiro nas mesas. Por isso, enquanto amador, tenho que me adaptar e se não há tempo garantido para Poker, o melhor mesmo é ir dando trabalho numas mesas de cash.

As bancas ficaram da seguinte forma:

Full Tilt: $94.12
William Hill: €45.99 (comecei com €37.16 (=$50) da promoção da PokerStrategy)

Não é mau, mas podia ser melhor, se não tivesse estoirado o rake back recebido na Full Tilt em seis SNGs completamente mal jogados...

sábado, 29 de janeiro de 2011

PokerStrategy.com e $50 grátis!

Há uns dias atrás encontrei por acaso o site da PokerStrategy.com. O facto de ser possível obter $50 dollares gratuitos para jogar numa nova sala, só por nos registarmos, é apenas uma pequena vantagem no meio de tanta informação de qualidade.

Registei-me para ver um vídeo que me chamou a atenção e de repente um mundo enorme de informação de qualidade sobre Poker se abriu para mim: Vídeos, Artigos, Fórum e até Treinos grátis!

Não tenho muita experiência com comunidades de Poker. Não colei no Pokerpt, não colei na 2+2 nem noutras em que me fui registando, mas definitivamente colei na PokerStrategy.com.

Descubram por vocês que vale a pena. Para jogadores iniciantes, nada melhor que os $50 de começo de banca com informação de qualidade para os primeiros passos, logo ali ao lado.

Como me parece ser uma excelente forma de começar uma banca sem qualquer dinheiro, aqui fica a sugestão: registem-se na PokerStrategy.com, recolham a promoção dos $50 iniciais e comecem a jogar seguindo os artigos disponibilizados para iniciantes.

De que estão à espera?! Vá toca a mostrar a vossa esperteza em apanhar dinheiro grátis, que estas dicas não duram para sempre!

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Miúdos a dormir, hora de trabalhar

Todo o tempo é pouco para um micro amador de Poker com ambições!

Depois de um dia muito cansativo, nem sempre é fácil conseguir jogar Poker nas melhores condições. Mesmo assim a auto-disciplina obrigou a fazer pela vida em mais seis SNG de $1+0.20 na Full Tilt e a banca lá subiu mais um pouco. Agora fixa-se nos $89.45.

Pena duas corridas em dois deles me terem atirado para ingratos 4ºs lugares, senão estaria mais perto dos 3 dígitos pela primeira vez... Bah! O que vale é que amanhã é dia de Rake back! :P

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Cresce banquinha, cresce! Um dia hás-de ser grande e feliz!

Isto de jogar micros até tem a sua piada... pena não dar para pagar impostos nem fazer de nós homens de barba rija... Viva o poker! Obrigado por me deixares ganhar uns 2 ou 3 cêntimos por hora e me fazeres acreditar que é possível fazer disto vida!

Nem sempre com tempo para jogar, mas lá se vão dando uns shows aqui e ali nos SNGs de $1+0.20 na Full Tilt e nalguns cash. Claro que também se perde algum (muito) para alimentar os peixes e eles não saírem do Aquário. Não fosse isso e alguém ainda diria que o Poker é um jogo de sorte e azar e nunca mais cá voltava! :P

A banca teve altos e baixos e está agora nos $87.65.

A lista de updates para o blog também se acumula e por isso, em breve, assim que a vida real o permita e a cabeça não ande em papas de bacalhau, terei que falar aqui da sala nova onde ando a gastar dinheiro em cash que aproveitei da oferta na promoção da PokerStrategy.com. Vale a pena o site!

Em banho Maria anda também o próximo artigo para os SNG. Ando a experimentar umas cenas novas agressivas e já me sinto um show me da money na fase final dos torneios. Agora é só deixar assentar a poeira (e a vaidade) para não me babar para cima do computador quando escrever a informação top secret que vocês tanto vão idolatrar.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Estratégia SNG $1+0.20 - Parte IV - Pós-flop

Qualquer jogador, com um mínimo de esforço, consegue jogar bem no pré-flop. O problema coloca-se em como se orientar quando aparecem as três primeiras cartas comunitárias.

Normalmente, é no pós-flop que se cometem os maiores erros e por isso convém definir uma estratégia base para o nosso jogo pós-flop para os níveis iniciais e médios de blinds, ou seja, enquanto não chegarmos à fase da bubble (4 jogadores), nem as nossas stacks andarem com o M5 em modo de push or fold.

Se nos tivermos portado bem na fase pré-flop, iremos para o flop tipicamente com cartas potencialmente ganhadoras. Isso é meio caminho andado para ter sucesso no SNG. No entanto, assim que aparecem as 3 cartas do flop, tipicamente, já não achamos assim tanta piada às que temos na mão. O que fazer então?

Para explicar a melhor estratégia, convém antes separar duas situação pré-flop: entramos no flop como o agressor (A); ou, entramos com um call e o agressor é outro peixe qualquer (B).

A) Somos o agressor

Se somos o agressor pré-flop, então devemos atacar o pote sempre que fizermos top pair ou melhor. Neste caso, assim que chega a nossa vez de apostar, devemos meter cerca de 3/4 do pote na nossa aposta, ou caso haja uma aposta antes, triplicar essa aposta do villain. Se fomos o agressor antes, vamos continuar a ser agora que estamos com uma mão feita muito forte. Quem tem medo compra um cão, ou então vai jogar à sueca com os amigos. O risco faz parte do Poker e não conseguiremos ganhar sempre, por isso, mais vale perder em estilo com uma valente bad beat, do que nos acovardarmos e ficar a pensar na morte do bezerro depois.

Se, no entanto, ao sair do flop, a nossa mão ficar em draw ou mesmo em air, então podemos atirar uma continuation bet (cbet) apenas quando estivermos contra um único jogador e sentirmos que ele também não acertou no flop. Com mais jogadores esqueçam os bluffs.

Esta é uma diferença essencial para os jogos em cash: Não se perseguem draws no pós-flop! Uma ficha ganha em SNG tem sempre menos valor que uma ficha perdida!

B) Somos o tipo que deu call ao peixe agressor

Se entramos no pós-flop com um call, então apenas devemos atacar o pote com dois pares ou melhor! Sim, é muito bonito entrar com um par de oitos no flop e ver uma board de 752. Fantástico overpair que temos. Agora pensem bem: alguém agrediu no pré-flop e nós demos call. Querem arriscar atacar o pote nesta situação e descobrir que ele está com TT, JJ ou QQ? Eu não, por isso, cautela e caldos de galinha, que não fazem mal a ninguém. Temos que jogar com atenção extra nestes casos, pois é por situações destas que por vezes as nossas fichas desaparecem sem percebermos bem porquê. O objectivo primordial num SNG é sobreviver e não acumular o máximo de fichas. Uma situação boa em cash, não é necessariamente idêntica em SNG, não se esqueçam.

E bluffs? Eh pá, então nós não fomos o agressor e querem agora andar a bluffar quem?!

Claro que para todas as regras existem excepções, mas para já limitem o vosso talento natural para adivinhar as cartas do adversário e vão ver que os resultados começam a aparecer. Por algum motivo ainda estamos nos micro limites e logo chegará o dia dos high stakes!

Tenho que deixar de fumar

Banca em $79.43.

Hoje ganhei o suficiente para fazer uma refeição num daqueles restaurantes/cafés económicos. Desde que poupe na sobremesa, claro.

Pelo menos já dá para comer uma vez por dia... isto se deixar o tabaco claro, senão o vício leva-me o dinheiro quase todo e depois tenho que ficar por uma sandes mista!

Mas sobre os resultados de hoje, estive a tentar ajustar algumas perdas que andava a fazer no pós-flop e os resultados são mesmo interessantes.

De seguida vou escrever mais um artigo sobre os SNG $1+0.20, precisamente, sobre como devemos jogar no pós-flop, durante as fases iniciais e médias.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Uau, adoro bad beats!

Hoje, em dois SNG $1+0.20 que joguei na Full Tilt, levei tantas bad beats contra o mesmo jogador que até fiquei em tilt! Mesmo apesar de num dos torneios ter conseguido ganhar-lhe no HU, era mesmo difícil conseguir lidar com tanta probabilidade pequena a mostrar que existe. Um HU que deveria terminar cedo, arrastava-se e arrastava-se graças à força desses estúpidos e miseráveis outs que não paravam de sair. Até já estava com medo de sair para o flop à frente!

Felizmente a cabeça manteve a frieza e a banca subiu para $71.33.

Agora para o sono vou levar de castigo o ter de repetir para mim próprio uma frase que li algures: "Só leva uma bad beat quem jogou bem"!

Amigos, as bad beat custam, mas se levam muitas consolem-se a pensar que pertencem à elite dos melhores e não à família dos peixes com paio. Ah, e já agora, bad beat é perder com 80% contra 20% quanto muito e não AK contra 22. A este último chama-se corrida e ao primeiro um soco no estômago!

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Jogar a dormir...

... não dá saúde, nem faz crescer!

Pois, o gosto por Poker é tanto que até com a pestana a piscar ainda vamos abrindo umas mesas e jogando uns Sits e uns Cash... Resultado, nem dormi tão bem quanto isso e desci a minha banca para uns $61.73.

Todos sabem como é difícil sair quando estamos a perder e meios em tilt...

A conclusão que tiro, é que ficamos hiper looses pré-flop e depois muito passivos no pós-flop, principalmente, quando adormecemos a meio da jogada e esquecemos que estamos com AA e o vilain fez um raise ridiculo a uma board completamente vazia... ZZZzzzz

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Sobrevivendo a mais uns SNG

Mais uns SNG de $1 + 0.20 na Full Tilt e a banca subiu para $68.29.

Nestes apanhei algumas mesas complicadas que me obrigaram a fazer muitos folds difíceis quando as blinds já pesavam. No fundo o sobreviver até ao dinheiro até me obrigou numa mesa a ser blinded away quando estava na bubble e tinha uma stack inferior a foldar tudo. Ele foldou tudo até ficar em 4º lugar e logo a seguir eu fiquei com o 3º. Dada a agressividade das stacks maiores e a hiper-passividade dele, não houve outra opção. Teve de ser mesmo para ir apenas ao dinheiro. Enfim, ossos do ofício.

Pelo menos a experiência vai aumentando e já não devem tardar muitos dias até escrever o próximo artigo de micro SNG.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Jogar à noite aumenta a banca

Antes de me deitar, lá me coloquei a jogar 4 SNG de $1+0.20 na Full Tilt.

Dois lugares que não interessam nem ao menino Jesus e dois primeiros que ajudaram a subir a banca para $58.01.

Grão a grão enche a galinha o papo!

Por vezes questiono-me porque ando a jogar micro-limites, mas sei que é tipo fazer a recruta num qualquer quartel militar. É aqui se aprende a jogar Poker para depois poder subir sem ser para oferecer o dinheiro aos grinders de cima. Há que manter a paciência e jogar os meses que forem necessários.

O objectivo não é para já o de fazer dinheiro, mas sim conseguir jogar o máximo de vezes possíveis e de uma forma regular, aplicando e consolidando os conhecimentos e a experiência.

Sim, estou a cantar de galo com este mini-up actual, mas que se lixe. O que é bom é para saborear e quem não gosta de ver gráficos a subir, nem que sejam de uns míseros euros que nem chegam à dezena?! Haja moral, que amanhã logo se jogará mais!

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Estratégia SNG $1+0.20 - Parte III - Níveis intermédios

Aprendidos os temas de sobrevivência aos 3 últimos e da potência do M5, chegou a hora de aprender como jogar assim que as blinds sobem para 30/60 e até restarem apenas 4 jogadores na mesa.

Basicamente, teremos de começar a aumentar a nossa agressividade. Como não podemos agora estar sempre à espera que nos saiam cartas de topo como nos níveis iniciais, temos que alargar o nosso leque de escolhas.

Nestes níveis devemos manter um certo grau de cautela, especialmente se alguém fez um raise antes de nós. Neste caso, convém re-olhar para as nossas cartas e exigir que sejam bem boas antes de nos aventurarmos a entrar com um re-raise.

Para além das cartas indicadas como jogáveis anteriormente, podemos acrescentar as seguintes, mais ou menos, por ordem decrescente de força:

AJo, ATs, ATo, KQo, KJs, 66, 55, A9s-A2s, KJo, KTs, QJs, QTs, JTs, 44, 33, 22

Em situações de tentativa de roubo de blinds, podemos ainda atacar com as seguintes:

A9o-A2o, KTo, QJo, QTo, JTo, T9s, 98s, 87s, 76s, 65s, 54s, K9, K8, Q9s, Q8s, J9s, T8s, T9o, 97s, 98o, 86s, 87o, 75s, 76o, 64s

Neste último caso, são apenas válidas as posições de roubo, não se esqueçam, senão não se queixem de se meterem em trabalhos. Isto significa apenas, as posições de SB, o button e, em alguns casos especiais, o CO, desde que tenham sempre foldado todos até nós.

Durante esta fase e até restarem apenas 4 jogadores, devemos evitar quase a 100% fazer call ou limp. basicamente, a estratégia passa então por:

Raise ou Fold!

Deixem os call ou limps para os jogadores mais avançados, ou para quando já dominarmos tanto as mesas que podemos exigir uma performance digna de high-stakes!

Levem sempre em conta que apostas que vos colocam dentro do M5, são apostas de grande risco e devem ser muito bem ponderadas. Nesta fase, queremos é ser os agressores e não os agredidos. Se estão numa situação de decisão difícil, por defeito, escolham foldar. Quem bem folda, não se afoga!

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Estratégia SNG $1+0.20 - Parte II - M de Matemática

Pois, matemática... Aquela cena estúpida que também existe no Poker. Infelizmente não dá jogar apenas com a nossa intuição e criatividade. Uma pena, pois nascemos para fazer jogadas dignas de génios e existirão sempre uns cromos de máquina de calcular em punho a estragar-nos a beleza do jogo.

Mas não se preocupem, que explicarei as coisas da matemática com truques para preguiçosos, de modo a termos mais tempo para inventarmos as jogadas próprias do nosso talento natural.

Ora, se cumpriram o indicado na parte I, sobrevivem ainda na mesa, mas as blinds crescem e começam a aumentar a pressão para irmos a jogo. Continuem a sobreviver aos três últimos e sigam com calma para bingo. Não se assustem, que quanto mais lerem, mais sabem que vamos lá chegar e até podemos ir apreciando os erros dos outros que tiveram o azar de sentar na mesa errada.

Nesta fase, gradualmente, teremos de começar a pensar em ser mais agressivos, mas, essencialmente, temos é de começar a controlar o tamanho da nossa stack em relação às blinds.

Para nos facilitar a vida, existe o chamado factor M:

M=Nossa Stack/(Small Blind + Big Blind)

Este valor, no fundo, mede a saúde da nossa stack. Quanto maior for o nosso M, melhor ela está e quanto menor, mais perto ela anda de desaparecer sem nós percebermos porquê.

Ora, a teoria diz que temos de modificar o nosso jogo de acordo com o nosso M e fala de N situações com Ms de 30, 20, 10, etc etc etc. Eu digo, que se lixe a teoria que somos preguiçosos e mais práticos e portanto a única coisa que nos é útil, é controlar quando a nossa stack se aproxima do valor 5. Isto, porque se chegarmos a esse ponto, então só temos duas jogadas possíveis: All-in ou Fold!

Atalhando então para preguiçosos, para sabermos se estamos ou não perto de ter de fazer All-in, mal apanhemos um par de cartas em condições, basta ir controlando se a nossa stack anda perto do seguinte valor:

Somem a small blind com a big blind, multipliquem por 10 e dividam o resultado por 2.

Exemplo:

Blinds de 100/200. Somamos as blinds e ficamos com 300. Multiplicamos por 10 e obtemos 3000. Dividimos por 2 e ficamos com 1500. Neste caso, devemos pensar em fazer All-in se a nossa stack andar a ficar perto de 1500 fichas. É só respirar fundo uma ou duas vezes e mal se vejam duas cartas (ou uma) que nos interesse, pumba, cá vai disto: ALL-IN!

Resumindo, enquanto vamos aprendendo a dominar os SNG, mal passem os 3 primeiros níveis de blinds e antes de pensar em que mais cartas podemos jogar, vamos começar a controlar o factor M=5. Temos sempre de estar de olho nesse valor de fichas de modo a sabermos não só em que ponto estamos, como que adversários estão à beira de carregar no gatilho.

M, podia ser de M&M, mas não, é M de Matemática e dá-nos muito jeito para controlar o M5! :)

Há que acreditar que não estamos sempre em tilt

Depois de mais uns dias a jogar inúmeros Sits de $1+0.20 na Full Tilt, sempre com a cabeça em tilt e normalmente a perder, lá se chega a casa e se arrancam 4 SNG simultâneos para sacar um segundo lugar e dois primeiros e assim recuperar a banca para uns míseros $50.51. Uau! com aqueles 51 cêntimos acima da banca inicial, quase que já dá para estacionar meio carro! Quase, porque o câmbio para o Euro dá cabo de tudo... Venha mas é o FMI que é de certeza a solução para esta crise! :P

E agora fazer massa, mas de comer, que é preciso recuperar energias para cozinhar o próximo artigo de SNG!

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

A noite é uma aliada dos amadores

Jantar feito, miúdos na cama e toca a lançar-me em mais 3 SNG de $1+0.20.

Um 6º e dois 2ºs lugares para uma nova banca de $49.92. Algum azar no primeiro HU contra um jogador completamente acessível e depois com uma stack maior, não me consegui impor a um jogador bastante bom que me apareceu pela frente no segundo. Normalmente costumo sair-me bem nos HU, mas hoje não foi noite.

Pelo menos não fiquei nos 3 últimos em nenhum e senti que estive a jogar Poker! :P

Outra forma de aproveitar o tempo é ir jogando enquanto fazemos outra actividade. Muitas vezes estou a lavar a loiça ou a fazer o jantar enquanto vou fazendo uns folds num SNG qualquer. Quem não tem cão, caça com gato. Quem não tem tempo, inventa!

Estratégia SNG $1+0.20 - Parte I - Níveis iniciais

Acabadinho de jogar dois SNG de $1+0.20 subi a minha banca para $48.12 (yeah!) e resolvi escrever o primeiro artigo. Tentarei escrever artigos curtos de modo a serem facilmente consumidos, embora não prometo que volta e meia o tema seja tal, que obrige a um artigo mais para geeks.

Esta estratégia é útil para todos os SNG de micro limites com uma mesa de 9 jogadores e com ritmo normal de blinds. Podem encontrar mesas dessas em diversas casas de Poker online. A base destes artigos aplica-se à Full Tilt, onde jogam os melhores e onde nunca deveriamos estar nestes limites a não ser que acreditemos que somos predestinados a algo maior e este ser o nosso período de nascimento para grandes feitos. Provavelmente existem casas mais fáceis para micro limites com jogadores menos informados e alguns ajustes poderão ser necessários.

Vamos ao que interessa! No início devemos traçar alguns objectivos intermédios para além dos esperados chegar ao dinheiro e ganhar.

Um SNG de $1+0.20 paga a 3 jogadores dos 9 iniciais e começamos com 1500 fichas. Por nível inicial, entende-se o periodo em que as blinds são de 15/30, 20/60 e 25/50.

Primeiro temos de controlar os nossos impulsos para não andar a tentar ganhar fichas quando elas ainda não interessam. A nossa stack é bem maior que as blinds e ainda estão muitos jogadores em jogo. Correr riscos nestes níveis é desaconselhado, pois os riscos de perda não compensam os ganhos.

Objectivo inicial: Não ser um dos 3 primeiros jogadores a ser eliminado!

Isto na prática resulta, em deixar os outros entreterem-se sozinhos. Deixem-nos brincar às cartas que depois damos-lhes as estocadas finais quando eles menos esperarem.

Devemos neste nível jogar muito fechados, ou seja, ir a jogo apenas com cartas pré-flop muito fortes e ser hiper cautelosos no jogo pós-flop, apostando apenas quando acertamos no flop e foldando caso contrário. Ainda é muito cedo para chegar ao dinheiro e para ser gambler. Eu sei que somos, mas vamos guardar o nosso talento mais para a frente, quando for altura de revelar os assassinos que verdadeiramente vivem em nós. Até lá, deixem-nos acreditar que somos uns cordeirinhos e vamos esperar por 3 jogadores irem tomar banho mais cedo para começar a olhar melhor para o que se passa.

Cartas que podemos jogar nesta fase, por ordem decrescente de força:

AA, KK, QQ, AKs, AKo, JJ, AQs, AQo, TT, 99, AJs, KQs, 88 e 77

Quanto mais no início da lista, mais podemos atacar, com raises de 3BB ou re-raises a raiser anterior. Quanto mais para o fundo da lista, menos agressividade devemos ter e ter posição sobre os jogadores que vão ao flop passa a ser essencial.

Apesar das cartas serem as mais fortes, joguem sempre com cautela nesta fase. Não queremos queimar fichas a mais, nem ser um dos 3 primeiros a ir tomar banho. Perdas nesta altura não são graves, desde que não sejam exageradas.

Um AK é muito bonito pré-flop, mas perde todo o interesse num flop de T98, por exemplo. Cuidado também com ter KK e sair num flop um Ás. Muitos jogadores nesta fase são loose e não se admirem de ver alguém a pagar o vosso raise com um Ax qualquer. Normalmente os jogadores de micro limites adoram ter um Ás na mão e maior parte acha que tem nuts nesse caso e não o larga por nada deste mundo. Esses são aqueles que queremos mandar embora mais cedo e levar um banho deles, não é nada agradável.

Cumpram consistentemente o objectivo de não serem um dos primeiros 3 a serem eliminados e estarão prontos para a próxima fase!

E nada melhor do que começar no vermelho

Ontem estive a jogar bastantes cash $0.01/$0.02 NLHE e SNGs de $1+0.20.

Consegui a enorme proeza de passar a minha fabulosa banca de $67 para uns incríveis $47! -$20 em pouco mais de um par de horas! Fantástico! Desafio desde já qualquer um a conseguir dar o seu melhor e perder tanto nestes micro limites! É obra!

Portanto, o meu novo ponto de situação é que tenho praticamente uma banca inicial de $50 para re-começar de novo a subir.

Quase que foi o destino que assim o quis. Caso contrário iria começar com uma banca acima do normal para iniciados e depois era uma chatice. Era quase como se começasse com batota este projecto.

E como só de escrever isto, já me deu vontade de perder mais um pouco, cá vou eu jogar dois SNGs de $1+0.20. Como o tempo é curto e tenho sempre muito mais coisas para fazer, estes torneios acabam por ser bantante agradáveis de jogar. No início podemos ser ultra TAGs que não tem mal nenhum e até nos faz bem. O ter outras tarefas ao mesmo tempo permite-nos exactamente, manter a calma nos jogos e não ir a todas as mãos nas blinds iniciais. Gostar muito de jogar tem destas coisas e temos que arranjar alguns truques para controlarmos os nossos impulsos de acreditar que com aquele 64 offsuite vamos limpar o tipo que temos a certeza de estar a vir com AKs! Nós não somos bons, somos uns génios! :D

Novo blog sobre Poker

É uma resolução de ano novo.

Só por começar este blog já atinjo cerca de 1% dos meus objectivos anuais! Yeah! :)

Ora bem, ao que interessa. Este blog pretende acompanhar a minha progressão (ou regressão) no Poker e ao mesmo tempo servir de referência para jogadores como eu, ou seja, que perdem dinheiro, que jogam os limites mais baixos de 1/2 cêntimos, que têm pouco tempo para jogar, mas que apesar de tudo adoram Poker e sabem que um dia vão ser gente grande nesta área e ter tanto dinheiro que até mete nojo!

Para além das lamurias da minha performance, irei escrever artigos sobre as melhores estratégias para crescer jogando micro limites. Esses artigos serão cuidadosamente escritos de maneira a servirem de guia. Com eles e com o vosso talento natural seremos todos jogares do melhor que se encontra nos micro limites!

Se te identificas com o estranho fenómeno de andares a perder dinheiro, mas sabes que pertences ao topo, então este blog também é para ti!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...