quinta-feira, 31 de março de 2011

Mais uma landmark conseguida

A imagem do dia, é sem dúvida a seguinte:


Mesmo a terminar o mês, atinjo o nível 3 do Lobo Grind Challenge. Quase que fez esquecer toda a confusão de problemas que me rodeiam. De facto o Poker pode-nos tiltar, mas se corre bem, mete o nosso ego bem lá em cima!

De seguida vão acontecer os shots nos $5.50 de 18 man. Claro que vou andar entre limites até conseguir aguentar 4 mesas simultâneas nesse nível. Como só tenho 1 shot, é pouco provável que seja à primeira, portanto, mais algum grind nos STT de $2.25 vai ser quase uma certeza. A ver se no decorrer do próximo mês já posso dizer que sou regular no nível 3.

Amanhã é o dia das mentiras, portanto vou dizer a toda a gente que um comprador anónimo apareceu e entrou para sócio com 100 mil euros necessários para me salvar da falência. Com isso também começarei a ganhar perto do dobro do que ganhava e que ficarei com mais tempo livre para o Poker, dado que vou poder repartir melhor as tarefas.

Adoro humor negro e por um dia, ainda vou sonhar! Este dia das mentiras, vai ser um paraíso. Pena os gerentes dos bancos terem um sentido de humor deprimente e fazerem do resto dos dias a sua vingança...

segunda-feira, 28 de março de 2011

Dia de heads-up, embora sem muita "head"...

Hoje foi um dia muito exigente do ponto de vista emocional. Informar as pessoas que mais vão ser afectadas pelo meu pedido de insolvência foi muito difícil. Tão difícil que acabei por desistir de informar as afectadas em segundo nível. Ficam para amanhã, pois eu também não sou de ferro e por vezes não é fácil lidar com todos os receios dos outros em alturas que já ficaremos contentes se conseguirmos lidar com os nossos.

Mesmo com este cansaço no final do dia, ainda consegui reservar um tempo para o Poker. Yupi! É tipo férias! Duram pouco, mas sabem bem.

Hoje de SNGs 9 man apenas assisti ao treino do Lobo na PokerStrategy. Para além de cansado como referi, ainda estou com a minha filhota, pelo que achei melhor não jogar algo que obriga a cerca de 1h seguida de concentração.

Acabei por estudar e jogar um pouco de SNG HU. Não é fácil encontrar material de estudo para micro-limites, como os de $1.05 que jogo na William Hill. O material de HU na PokerStrategy é quase inexistente. Felizmente o coach filipetheman, nas suas análises de mãos, dá uma ajuda absolutamente brutal que vale por uma enciclopédia! O problema é que assimilar toda aquela informação, tão farta em quantidade como em qualidade, não é de um dia para o outro que se consegue.

Saltei para as mesas e apanhando o tipo mais variado de donks não standard, acabo o dia com um score de HU de 5-6. Uma derrota é certo, que continua a fazer de mim um perdedor na modalidade, mas bem mais cheia de bad beats em alturas cruciais, que me fizeram convencer que está perto o click para a parte positiva dos gráficos. Hoje já me senti muito mais a perceber o que os vilões estavam a fazer e, maior parte das vezes, apenas por erros meus de falta de disciplina com as minhas leituras é que acabei por perder algumas fichas e comprometer os torneios.

Pronto, agora que estas mini-férias terminaram, já posso ir dormir descansado para amanhã saborear mais um dia de trabalho e compreender o chamado stress-pós-férias que tanta gente gosta: "Ai que saudades, ainda agora vim de férias e já me apetecia voltar para lá outra vez!".

sábado, 26 de março de 2011

Nas pegadas de T.J. Cloutier

Fade back to 24 de Março de 2011

- Bom dia, daqui é do banco. Tudo bem? (Yah, na maior, agora com o vosso telefonema então nem se fala) Como vão os negócios? (Pá, parem, vocês são demais. Já pensaram em stand up comedy?) E o Poker? (Ok, esta eles não perguntaram, mas já agora, até podiam, não?!)
- Eh pá, já ganhei o dia, agora que vocês estão a ligar! Então que óptimas notícias têm para mim?
- São mesmo boas notícias! Resolvemos cortar o seu crédito e exigir-lhe os 40.000 euros que tem aqui em dívida.
- Isso é mesmo espectacular! Ainda há dias o Kid Poker deu cerca de 150.000 dollares ao Isildur, por isso fico mesmo contente por serem só 40k euros. Pá, com jeitinho ainda tenho aqui isso no bolso do casaco... só um momento... Eh pá, afinal não. Devo ter usado para pagar o café. Pena.
- Não há problema então. Nós ficamos com um dos seus rins, um pulmão, uma perna, 3 dedos e depois mais alguns órgãos dos seus familiares que têm aqui o aval consigo.
- Mas isso é complicado... não sei se consigo... como é que depois conseguirei trabalhar ou que os meus familiares me ajudem, se vocês levam isso tudo?! E para além disso, o pulmão nem anda bem porque fumo...
- Oh isso não há problema! Se o pulmão está estragado a gente fica com os dois!
- Ah, pronto, assim está bem. Sem respirar até consigo melhorar a minha poker face!
- Isso mesmo. O importante é que não desista! Olhe, foi um prazer falar consigo, como sempre. Agora acredite que estou a fazer a minha cara de muito preocupado com a sua situação e vou desligar e ficar muito triste e quase chorar, quando for ali à marisqueira comer uma sapateira com os juros que você cá deixa. Abraço.
- Abraço! (Estes tipos dos bancos, são mesmo altamente! Ainda me deixaram dedos suficientes para mais uns clicks em SNGs. Bora lá fazer mais uns All-Yours! Siga para bingo!)

Back to 26 de Março de 2011

Num dia destes, durante um dos famosos jogos de high stakes televisionados, Mike Matusow foi questionado por Doyle Brunson sobre o número de falências que este já tinha sofrido, dando como comentário à resposta, que então ainda lhe faltavam muitas para o apanhar.

As falências de grandes jogadores de Poker, são um facto mais ou menos conhecido e por vezes até idolatrado. Digamos que um grande jogador de Poker, sem uma falência no curriculum, é como um soldado que volta da guerra sem ferimentos. É quase, como se nem merecessem mais o título de soldados de guerra ou como se nem sequer lá tivessem estado.

T.J. Cloutier registou falência aos 37 anos de idade, com seis filhos e uma mulher a pedir o divórcio. Teve que começar tudo de novo. Apenas podia contar consigo e com os seus músculos. Começou a trabalhar na indústria de petróleo americana e ia jogando poker nos seus tempos livres. Gradualmente foi começando a ganhar dinheiro suficiente até que conseguiu deixar o trabalho e jogar torneios regularmente. Pouco depois ficou em 2º no Main Event das WSOP e desde aí conseguiu 6 braceletes, em 39 final tables e 57 ITM nas WSOP. Faz parte do Poker Hall of Fame.

Como ele chegou a dizer um dia: "Recomeçar a vida quando estamos na meia idade, é como jogar com uma short stack - cada mão que jogamos conta"

Eu tenho 39 anos, dois filhos e estou separado há pouco mais de 3 anos. Já sei que não sou um T.J. Cloutier e que as realidades são completamente diferentes, mas já posso escrever o seguinte:

Banca actual na Full Tilt: $255,38
Banca actual na William Hill: €16,25
Banca actual na vida real: - € 100.000,00 (segundo estimativas aproximadas da protecção civil) 

Se virmos isto em buy-ins e esquecermos as conversões monetárias para não complicar, até podemos dizer que não é assim nada do outro mundo. Afinal é só 1/5 de um buy-in para um Durrrr challenge!

Oh Durrrr, queres jogar a dívidas hoje? É que é na boa! Ficarei muito contente se perder e ficares com as minhas. Sério, eu sempre fui bom perdedor! No problem mesmo!

sexta-feira, 25 de março de 2011

Dia mau, muito mau, péssimo e para esquecer... se fosse possível...

Hoje o post é mesmo de desabafo, nem que seja para mostrar que nem tudo são rosas no dia a dia... A motivação agora para o que quer que seja é próxima do nenhuma, mas talvez por isso, o escrever aqui seja uma pedra no charco e só por si faça a diferença.

O dia começou com uma notícia má na vida real. Ao meio-dia, telefonema recebido e pumba, outra muito má. Meio da tarde recebo um email que podia ser motivador ou desmotivador. Abro, leio e pumba: foi pior que bad beat de runner runner com fullhouse de Ases por Reis feitos no flop, ou seja, pior que o que eu esperava ser a pior situação possível para aquele email.

E o que resolvo eu fazer? Ah? O que resolve um tipo fazer quando a sua vida fica sem ponta por onde se pegue?! JOGAR POKER!!! Uau, que brilhante ideia! Nada melhor que ir com a cabeça em papas para umas mesas. Não uma, nem duas. Ora vá de abrir 4 logo de uma vez! Sim e hiper-concentrado, pois claro, que as outras tristezas desaparecem com um click no register! Yah, é mesmo isso...

Já estão a ver o filme, certo? Pois... primeira bad beat e o estado de espírito aumenta. Toca a continuar, que estou mesmo em mim. Segunda bad beat e central nuclear a deitar fumo. Não, não é preciso preocupar! Então?! É só uma centralzinha nuclear a deitar fumo... E afinal de contas as bad beats fazem parte do Poker, right?! WRONG! Fazem, mas para quem tem a cabeça em cima dos ombros e um sorriso na cara... Não para quem joga para bater em alguém. Alô?! Está alguém em casa?! Isto não é boxe, é Poker! Pois... Poker... alho, mas é! Vida lixada + uma ou duas bad beats = Tilt para completar dia perfeito!

Claro que depois de uns $17 dollares perdidos e de ter conseguido ir dar pontapés para outro lado, lá consegui admitir que, se calhar (duh?!), se calhar, não era dia para o que quer que seja. Até pela primeira vez na minha vida, aceitei que um telefonema ao psicólogo poderia ajudar! Mas que #$%%##$ de dia!!!

O que vale é que amanhã o sol se vai levantar outra vez! Que fixe, venham de lá mais boas notícias de manhã, ao meio-dia e fim de tarde, que há noite tenho muitas horas boas para as mesas! NOT! :P

PS: Felizmente o post termina agora, evitando assim a bolinha vermelha para maiores de 18 no canto superior direito. Vou agora desligar isto calmamente e passar a agradecer o fantástico dia que me foi proporcionado. Usarei todas as palavras proibidas que conheço e que aprenderei no imediato, dado sentir que as que conheço actualmente, mesmo assim, não serão suficientes!

quarta-feira, 23 de março de 2011

SNG HU - A modalidade mais difícil do Poker?

Nestes últimos dias tenho estado a evoluir essencialmente o meu jogo de heads-up jogando e estudando SNGs HU. O que tenho aprendido só me tem provado que não há limite para o estudo no Poker. Cada vez que estudo mais um tema, descubro que ainda me faltam muitíssimas horas de estudo e jogo para chegar a um nível decente sequer.

Os SNGs HU são uma fonte quase inesgotável de exigência de qualidade técnica e psicológica. Só talvez equiparados aos cash HU, provavelmente.

Já tinha a ideia que dominar um pouco de teoria sobre várias modalidades, só faz bem, qualquer que seja a modalidade do nosso foco principal. Agora cada vez começo a ter mais essa certeza. O caminho de um jogador de skill acima da média, tem que passar obrigatoriamente por um estudo alargado do Poker, em várias vertentes. Só assim conseguirá absorver conceitos essenciais para poder fazer a diferença em relação a um field, hoje em dia, bem mais preparado que os peixes do boom do Poker online.

Então em que os SNGs HU nos fazem evoluir muito mais que em outras modalidades?

Basicamente, em 3 vertentes dificílimas: Leitura de mãos (reads); Controlo de Tilt; Adaptação ao adversário.

Como se pode concluir com um pouco de experiência, melhorar um pouco nessas 3 vertentes, dá-nos uma vantagem imediata quando vamos jogar um SNG normal e temos que aplicar um pouco desse novo conhecimento. Onde em SNG HU nos sentimos perdidos e completamente a apanhar papagaios entre necessidades de reads, evitar tilt e adaptar ao que o adversário está a fazer, noutras modalidades, porque temos mais tempo e não somos obrigados a estar em todas as mãos, passamos a ser tipo o Neo no Matrix a parar as balas no final do filme! Tão fácil que parece em câmara lenta!

Enfim, resumindo, tenho andado a estudar numa proporção de 4 para 1, em relação a jogar, mas sinto que se calhar ainda tenho que aumentar esse rácio, tal o que percebo agora ainda faltar.

Hoje joguei 5 SNGs HU de $1.05 para um score positivo de 3-2. Não foi 4-1 porque perder em vantagem não é assim tão raro e por vezes, nada há a fazer. O que perdi em condições, foi contra um jogador, que ainda agora ando a pensar o que é que se passou ali, tal o dominado que fui. :P

SNGs normal, joguei um apenas de $2.25, para mais um 100% ITM com 300% de ROI. Jogar só uma mesa, é incrivelmente tipo fábula da lebre e da tartaruga. Para já as lebres andam a dormi e devagarinho continuo a avançar com a banca a caminho do nível 3 do Lobo Grind Challenge. A ver se não meto água entretanto!

segunda-feira, 21 de março de 2011

Antes parecer maluco, que ficar maluco!

Nestes últimos dias, andei muito up and down, até que resolvi reduzir bastante o volume de jogo e estudar mais. Na prática, dediquei-em a várias áreas específicas dos SNGs, desde a fase inicial à fase final, com estudo de reads, análises de linhas de jogo, etc.

Ainda dentro desta estratégia de re-focalização, comecei a jogar apenas uma mesa de cada vez. Sim, sou maluco e completamente fora de moda, ainda para mais porque estamos a falar do Poker online. Eu sei isso tudo, mas o que vos digo é que comecei a perceber muito melhor o que os outros jogadores na mesa estão a fazer e as reads que faço agora, são exponencialmente superiores. Depois de automatizar um pouco estas novas e poderosas reads, voltarei gradualmente a aumentar o número de mesas simultâneas. Para já, em cerca de 5 jogos, estou com 100% ITM, por isso não me queixo muito. Yah, agora, venham dizer que a amostra é irrisória e essas cenas todas a ver se eu perco o sono com o dinheiro nos bolsos! :P

Na William Hill, comecei a jogar SNG HU de $1.05. Fi-lo porque no Omaha HL levei com umas bad beats bem tiltantes e depois comecei a jogar bem mal e perdi cerca de €10 numa sessão. Antes que fosse tudo à vida, juntei o útil ao agradável: controlo melhor a banca e melhoro o meu jogo de HU. Com estudo pelo meio, nada mais útil.

Em resumo, as bancas estão agora em:
Banca actual na Full Tilt: $261.09
Banca actual na William Hill: €18.07

E para terminar, aqui fica a melhor descrição que encontrei das reacções a uma valente bad beat, vista do lado de quem a dá (personagem da esquerda) e, especialmente, de quem a leva (personagem da direita). Enjoy:

sábado, 12 de março de 2011

Variância, a caminho do infinito e mais além!

Esta semana que passou foi cheia de acção, quer a nível do Poker, quer fora dele. A variância não perdoa e existe em todo o lado. Há tantas bad beats e coolers nas mesas como nas complicações da vida. A única coisa que podemos fazer, é continuar concentrados na melhor jogada e tentar aceitar que é aí que termina a nossa influência. Se depois vem bad beat ou cooler, olhem, é dizer "azar", encolher os ombros e continuar a repetir o bom e evitar o mau. Quando mais conseguirmos, melhor os resultados de longo prazo pois só no infinito é que a matemática das coisas nos dá hipótese.

Agora, filosofias baratas àparte, venham as bancas actuais para início de conversa:

Banca actual na Full Tilt: $248.47
Banca actual na William Hill: €20.77

Na Full Tilt, como se pode verificar, voltou a subir. Mas não imaginem que o Carnaval foi pêra doce! Levei forte e feito com o factor variância e só mesmo graças a um melhor calo é que consegui evitar um tilt estúpido outra vez. Acabou por ser bom descobrir que mesmo jogando bem, não nos podemos concentrar no curto prazo e sim em continua melhoria do nosso jogo. Se temos um 70-30% e perdemos uma, duas ou três vezes seguidas, só temos que o repetir mais umas 500 vezes para no final já ser mais um 70-30 mas em resultados conseguidos. No curto prazo dói e muito, mas no longo prazo, percebe-se que o arranhão não justificava tanta atenção.

Na William Hill, continuo no frete de jogar para os pontos de estatuto na PokerStrategy. Agora menos DONs e um pouco mais de cash NLHE $0.01/$0.02, que isto das ligações à Internet também anda com variância e todos os que jogam SNGs, sabem o que dói uma net a fazer das suas a meio dos torneios... E quase sempre quando temos o tal AA ou KK e o vilão nos colocou all-in e só nos faltava fazer o call. :P

Finalmente e para terminar, uma musiquinha à maneira, mesmo Old School, para quem não se importa de começar a perder e acabar a ganhar: DRI - The Five Year Plan (já só me faltam 4 anos e 9 meses :D). A música é tipo religião, por isso, nada de cancelar a meio! É abrir e ouvir do início até ao final, nem que o Rei faça anos e queira passar. Lyrics mais à frente e colocar essas colunas de som no máximo e repetir sempre depois de levar uma valente bad beat bem tiltante!




I lose, you win
I lose, you win
I lose, you win
I lose again

But you're on my five-year plan!

Your time will come
When you least expect it,
Expect it!
The five-year plan
You fucked me over
You did me wrong
You know why
I wrote this song

The five-year plan!
The five-year plan!

Until the, I'll just pretend
That you are still my friend
But in the end, your time will come

When you least expect it,
Expect it!
The five-year plan
I don't forget so easily
No, I'm not so quick to forget

The five-year plan!
I hold a grudge
I live for revenge
The five-year plan!

I win, you lose
I win, you lose
I win!

domingo, 6 de março de 2011

Enquanto só se fala em Sunday Million...

... por aqui continua-se a jogar SNGs para subir a banca!

Hoje por todo o lado, só se querem saber notícias do Sunday Million, que garante $5M em prémios, com $1M para o vencedor mais um  Lamborghini Gallardo LP560-4. Coisa pouca, até porque li algures que a febre foi/está a ser tal que o total dos prémios já atingiu os $10M!!!

Ora, depois de falar deste Euro Milhões à la Poker World, até fica mal andar aqui a falar de uma mísera banca de $200... Pois, este amador, continua a arrumar carros nos SNGs $2.25 da Full Tilt e a banca está agora nos $203.40.

Isto significa que estou já bem a meio do nível 2 do Lobo Grind Challenge e a sentir-me confortável neste nível. O volume é irrisório comparado com os dos prós de rakeback, mas mesmo assim ando com um ITM acima dos 50% neste nível, o que para amador é bem motivante.

O know-how em SNGs continua a solidificar, muito graças ao estudo, treino e algumas session reviews com membros da PokerStrategy. De facto um excelente espaço para evoluir!

Na William Hill, onde depositei os €20 euros para fazer pontos para a PokerStrategy, comecei a jogar os mínimos em Double or Nothing de $1+0.20 e a banca agora anda pelos €16, mais coisa menos coisa. Isto com apenas dois DoNs nos dias em que jogo, que aquilo da rede iPoker, vale o que vale... Não fosse a necessidade de pontos e era mesmo ali que eu ia jogar, está-se mesmo a ver...

quinta-feira, 3 de março de 2011

Novidades de Poker e cigarros electrónicos

Nestes dias que passaram, há tanta novidade a nível de Poker que nem sei por onde começar. Claro que estamos a falar de novidades dentro do nível amador. Aqui ainda não há profissionais a não ser de alma.

Durante estes dias, a banca continou a subir e já estou a jogar SNGs de $2+0.25 na Full Tilt, embora por falta de tempo para o Poker, com um volume muito reduzido de jogos.

Banca actual na Full Tilt: $163.55

Isto também significa que já passei para o nível 2 do Lobo Grind Challenge na PokerStrategy (ver aqui o post sobre o LBG). Yeah! Para além de já de si ser motivador a subida, fi-lo com um ROI de 21,5% em 233 SNGs, com uma média no dinheiro de 47,2%. Em comparação com os outros participantes, para o mesmo volume inicial, não estou nada mal mesmo. Sobe ego, sobe que ainda estoiras de tão grande. Cof, cof...

Sobre os pontos para o estatuto na PokerStrategy, depois de contactar a PokerStars e a PartyPoker e ambos se terem recusado a ligar a minha conta à PokerStrategy, acabei por meter uns chorados €20 na William Hill. Hoje joguei já lá para os pontos e consegui já perder mais de €6... triste sina esta nesta casa da iPoker. Detesto aquilo, pronto.

Para terminar e o post não ser maçador, mais uma experiência interessante a nível pessoal que acaba por ter a ver com o Poker.

Comecei a fumar um cigarro electrónico!

É estranho, é um facto. Quem fuma e experimentou, sabe o que estou a falar. Comprei porque ando (andava) a fumar cerca de 3 cigarros por hora e achei que era altura de fazer algo sério. Nunca pensei chegar a 3 maços por dia novamente, mas por circunstâncias que não interessam para aqui, era o que estava a acontecer.

Comprei o cigarro electrónico, olho para ele como medicamento (tipo os pensos de nicotina) e o que é certo é que já reduzi bastante. Já não fumo tabaco no carro e raramente fumo em casa. A jogar Poker então, é que é mesmo raro. Quando fico mais stressado, puxo uma passa no electrónico e a vontade acalma. Só ainda não o consigo fumar em público porque ainda acho ridículo, mas também não estou a ver um diabético a dar uma injecção em pleno restaurante e como isto para mim é quase a mesma coisa, fico pela já grande redução e o resto logo se verá.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...