domingo, 26 de junho de 2011

Que frustração enorme...

Custa muito escrever este post, mas vai ter de ser... Nem só de bons momentos vive um jogador de Poker e infelizmente, por vezes, nem toda a gente tem capacidade de falar nos momentos em que perdem... Isto é o meu blog de Poker e eu opto por mostrar também quando as coisas não correm nada bem:


Quanto mais alto se sobe, de mais alto se cai...

Estudei nestes dias, revi sessões, baixei de nível, estive concentrado... e só fiz m**d*!

Acho que preciso respirar fundo, bem fundo, fazer umas 500 flexões e colocar-me num estado muito zen antes de abrir mais uma mesa que seja!

Sem mais comentários mesmo...

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Revisão de sessão, parte III: Big aces e suited aces

Big Aces (AK e AQ)

45 mãos jogadas para um ganho final de 91.5bbs.

Ganhei neste grupo, mas... começa logo comigo a dar uma bad beat a um peixe. Ele estava com 78/22 e resolve ir All-In de UTG. Eu estou na MP e tenho todos ainda por falar e resolvo decidir dar o call com AQo, depois de ver o lixo de mãos com que ele andava a jogar... Felizmente mais ninguém veio atrás, ele mostra AKo e eu apanho uma Dama no flop para dar uma valente bad beat de 64bbs! Já não me posso queixar muito...

Por outro lado, na maior mão que perdi, tenho AKo em UTG. Faço open-raise para 4bbs e o peixão do CO mais a BB pagam. Flop A23 com o 23 a permitir draw para cor. O BB check e eu como tenho top pair e fui o agressor pré-flop, mando 3/4 de pote. O peixe paga, BB folda e bate um 5 na mesa. Estou lixado penso eu... Já estou atrás do peixe que trouxe um 4 até aqui... Checko e o peixe manda 12 cêntimos para um pote de 61... Ok... pago. River outro 5. Como a aposta do peixe cheirou a fraqueza, resolvo atacar de novo com uma lead bet de meio pote, para um misto de extracção de valor e não perder demasiado caso ele me faça um re-raise all-in à peixe. Ele paga e ganha com... 65 off-suited de mão... Ou seja, ele paga o raise pré-flop, depois a aposta agressiva no turn com gut-shot e é premiado com runner runner para me bater o meu AK... Nice... 68bbs à vida...

Apesar de tudo, não gostei da minha aposta no river. Devia ter sido de cerca de 1/3 do pote apenas. Um pormenor eu sei, mas mesmo assim...

Suited Aces (A2s-AJs)

 41 mãos e perdi 132.5bbs. Vamos lá directamente para a acção das maiores mãos que perdi, dado que não ganhei nenhum pote acima de 10bbs...

Primeira mão vista, pessimamente jogada... Esta lembro-me que foi perto do final da sessão e uma das que me fez decidir parar rápido.

Aparece um rock a fazer open-limp do CO. Eu tenho AJs na BB e resolvo subir para 5bbs. Ele paga. Bate flop de 786 com draw de cor para mim. Resolvo optar por uma linha de check-raise. Perfeito... tirando que ele faz um re-raise AI ao meu check-raise...


... e eu resolvi pagar com as minhas duas overcards e draw para flush...

Na altura senti logo que estava a cometer um erro... mas pronto, vamos lá à análise.

O pote nesta altura oferece 1.56:1 de odds, ou seja, preciso 39% de probabilidade de ganhar para poder pagar.

O vilão abria pré-flop em 15% das mãos, sem raises pré-flop, portanto não posso excluir ali sequer nenhum par alto tipo AA, KK, etc. com o limp dele. Com o flop em causa, acho que ele não me tentaria bluffar ali com muitas mãos estranhas. Acho que só me faria um semi-bluff com um draw forte dado que eu estou com uma imagem também de jogador forte e portanto ele pode ver ali muita Fold Equity.

Calculo que o range de mãos dele naquele flop, partindo da tal base dos 15%, já o considerando algo loose na agressividade, o que até nem parece muito, passaria a ser de 6%:


Isto tudo metido no PokerStove para calcular a minha probabilidade resulta então em... 49.5%! Ou seja, mais que justificado o call, se considerarmos o jogador algo loose na agressividade. Se considerarmos que ele é pouco agressivo, o range dele para aquele spot, passaria para 66+, A8s, o que daria ainda assim, uma probabilidade para mim de ganhar de cerca de 43%, logo suficiente para pagar.

Resumindo, o que na altura me pareceu uma má jogada minha, vistas as coisas à posteriori, não terá sido assim, bem pelo contrário. Ou então estou eu a calcular algo mal, o que também pode ser

O vilão mostrou 77 de mão e eu perdi 92.5bbs aqui.

E chega de revisão de sessão por agora que ainda quero aproveitar algo do dia, sem ser com Poker. Até aposto que muitos de vocês, com a ressaca do S. João, lêm estes posts e até agradecem poder dormir de novo! Eu deveria fazer o mesmo, mas pronto, deu-me para isto hoje... :P

Revisão de sessão, parte II: Medium pairs e Low pairs

Medium Pairs (77-TT)

25 mãos jogadas para um ganho final de 82bbs.

Parece que me portei bem, neste grupo. Há aqui inclusive uma mão bem complicada que podia ter corrido bastante mal.

Estou no CO com 77. O jogador antes de mim (24/24), faz o open raise para 3bbs, eu colo e o BB (15/0 em 107 mãos) também. Multi-way pote a 3. Flop bate J7K, com possibilidade de draw para cor com o 7K. Check, check e eu aposto meio pote. O rock da BB, cola e o outro jogador folda. Turn J e com cor completada para quem estivesse em draw de cor. Tenho Full House de 7s por Js e só estou atrás de Poker de Js e de Full House de Ks por Js. Check do BB e aposto meio pote de novo. Ele call. River, bate outro J. BB check e a acção está agora comigo:


Logicamente que não estou nada confiante com a minha mão nesta altura e achei por bem dar o check behind aqui. Agora estou atrás de qualquer Rei e até dum Valete muito estranhamente jogado. Para além disso, passei para trás de qualquer outro par de mão acima de 7... Enfim... A minha opção mostrou-se ser fácil. O vilão mostrou KK de mão.

Nas principais que ganhei, reparei que as joguei um pouco loose contra peixes, normalmente, com stacks pequenas... Correu bem, mas não estou muito satisfeito. Numa delas, o peixe tinha $0.33 e coloquei-o AI pré-flop com TT. Ele tinha JJ e dei-lhe uma bad beat com um T a bater na board. Ganhei 16.5bbs. Pena quando eu levo bad beats, serem de bem mais... :P

Low Pairs (22-66)

33 mãos jogadas e perdi 8.5bbs.

Estive muito mal numa mão em que tenho par de 2s na SB. O BU faz open-raise para 5bbs. Eu colo e bate o flop T3Q. Eu mando uma donk bet para cima dele de 3/4 de pote. Ele estava com umas stats de peixe agressivo... Na prática, ou ganhava o pote ali, ou desistia da mão... Pois, o problema é que ele manda um grande re-raise AI à minha donk bet e eu em vez de dizer um bye bye, não... resolvi pagar fora de posição e com bottom pair... Ele mostrou top pair e aguentou, claro. Perdi 39.5bbs nesta donkice.

Noutra mão, novamente com par de 2s de mãos e, novamente, fora de posição, mando dois barris para cima de uma calling station, numa board de QTQQ... Yah... A calling station mostrou par de 5s... Adeus a mais 17bbs.

Dupla donkice com pares baixos e fora de posição...

Revisão de sessão, parte I: Pocket Aces e Big Pairs

Ok, na sequência de hoje ter estudado bem e depois voltar a perder, auto-puno-me aqui com uma revisão de sessão, quase, em directo!

Vamos então directamente ao assunto que não tenho o dia todo!

Sessão de 24 de Junho de 2011, PokerStars, 12 mesas, cash NL2 SH.

Pocket Aces (AA)

Nada de especial a apontar. Joguei 7 pares de ases, para um resultado final de +66.50bbs. Aqui a única observação é que entrei no pote sempre com raise. Não houve cá variações de raises com calls como no estudo que estive a fazer. Estou a jogar NL2 e como já muitos disseram, imagem é um pouco treta nestes níveis por isso é ABC Poker mesmo.

Big Pairs (KK, QQ e JJ)

20 mãos e resultado final de -153bbs. São um pouco mais de 1,5 buy-ins. Yah, lembro-me de pelo menos uma onde ofereci dinheiro... a ver isto com olhos de ver.

KK: 7 mãos, -159bbs.

Parece que está encontrado o vilão...

Primeira mão vista. Faço uma 3bet a um raise do peixe 67/67 do UTG. Ele 4bet e eu all-in e call. KK vs AJs. Bate o Ás na mesa e perco aqui 48,50bbs. Tinha 68% pré-flop... Nada a dizer sobre a acção.

Segunda mão relevante. Faço open raise normal do BU. SB dá call. bate flop com 785, check da SB, eu faço cbet de 2/3 do pote e call. Turn bate Ás. Check, faço bet de meio pote e levo re-raise de 2x a minha aposta. Eu foldo quando ele tinha apenas $0.34 para trás... Neste momento o pot dá-me odds de cerca de 5:1, mas eu acho que estou atrás vezes a mais com a acção dele para compensar... Alguma ideia diferente?

Aqui fica  o spot melhor:


Nesta ficaram 20bbs para trás. Next!
 
Terceira e última mão relevante com KK. Muito mal jogadinha esta... Bem, estou no BU, tenho um limper no CO e faço raise para 5bbs. SB 3bet, CO call e eu mando 4bet para 50bbs. SB cola e CO folda. Flop 5A2 rainbow. SB faz donk bet All-In para mais de 50bbs... Odds do pote 3:1 e desta vez, fui demasiado rápido no clique a pagar e ele mostra AQs... Numa primeira altura sei que paguei porque ele era um peixe 87/35 com 45% de 3bet... Mas com a acção pré-flop, era muito difícil ele não ter ali um Ás na mão... como tinha...

Bah... Mais 102.5bbs para os peixes... Desta vez, só por culpa minha... É que já nem apetece ver mais... mas siga para bingo, venham elas!

Com QQ e JJ, nada de especial a assinalar. Receberam muito pouca acção. 13 mãos jogadas com um ganho de 6bbs.

Que nervos! Arghhh!


Hoje toca de acordar cedo, apanhar um banhito de sol... na sala, comer um pequeno-almoço em condições, arrumar um pouco a casa, estudar cerca de hora e meia de poker, ir para as mesas, abrir 12 de NL2 SH, perder 3 buy-ins... Enfim... Um dia como outro qualquer... Arghhhhhhhh!

Que nervos! Por vezes quanto mais aprendo, mais parece que desaprendo... Vá, ok, se calhar estou em tilt e não admito. Que posso fazer eu?! Sei que vou ganhar aqui e agora e é sempre frustrante perceber, que nem é aqui, nem é agora... É um dia destes... se lá chegar...

Pelo menos ao acordar tive a boa notícia que atingi o estatuto Ouro na PokerStrategy. Pelo menos foi bom para o ego. Agora isso significa possibilidade de treinos de nível acima e mais material de estudo. A ver se serve de algo pois ainda nem NL2 domino... Bah...

Agora de castigo não jogo mais sem rever bem esta sessão e cruzar com o estudo que estive a fazer. O chato é que já sei ali de dois ou três spots que paguei para ver quando não podia... :P

PS: Pedi à modelo da foto para fazer assim uma pose tipo "estou com um ataque de nervos que nem posso", mas yah, ok... coisa e tal e não se concentrou e pronto... saiu isto... Ela deve pensar que espetar os dedos nos cabelos e abrir a boca chega... nops... não chega mesmo... Pelo menos ficou com um ar mais estúpido e ridículo que eu... Só de olhar para ela até me apetece rir com a falta de genuinidade... Haha Looser!... Ok... Não serve de muito consolo, mas pronto. Yah, eu sei que vocês sabem que ela não posou para mim... Bah! Whatever...

Estupidifiquei completamente...


Ok, ontem e hoje, dei cabo do resto de sanidade mental pokeriana que ainda me restava... De começo com cabeça em águas de bacalhau aos primeiros coolers e bad beats, foi um tirinho. E o que veio a seguir?! Yah, já sabem: TILT!

Tinha dito a mim próprio que não jogaria se tivesse tido um mau dia. Ontem tive um mau dia, mas mesmo assim fui para as mesas e ainda para mais para fazer uma sessão record em número de mãos jogadas... Porque o fiz? Simplesmente porque estava tão confiante na minha estratégia, que pensei que iria aplica-la de uma forma mecânica e isso chegaria. Não chega. Basta começar a perder para começar a alargar o range, arriscar mais, pagar mesmo quando temos a certeza de estar batidos, só para ter a certeza mesmo certezínha, etc.

Resultado: ontem perdi mais de $25 em pouco mais de 4k mãos. Ok, foi num misto de mesas NL2 e NL5... mas mesmo assim foi record de perdas num dia em cash. Bah...

Hoje tive um dia muito fixe mesmo. Estou meio cansado, mas daqueles cansados bons. Decido nem sequer sair no S. João. O dia já está ganho e está, porque não relaxar por casa e aproveitar e jogar umas mãos e começar a recuperação do dia de ontem?! Claro que sim!

Toca de abrir 12 mesas mix de NL2 e NL5 e num instante já estava up $5. Yes, passem a massa otários! :D

Pois... o problema, é que depois levo um cooler numa mesa de NL5 de QQ vs AA de um peixe que estava a 3betar acima de 40%... Como já estava com mais de $5 nessa mesa e foi contra uma stack maior passei directamente de muito positivo para ligeiramente negativo. Detesto estar no vermelho. Ainda para mais hoje não era suposto. O que digo eu? Ah, pois... TILT! Siga para oferecer mais uns euritos e antes de chegar aos $10 negativos, resolvi parar. Parei nos $9.97... 450 mãos...

Conclusão, em dois dias foram $35 doados nas mesas, Saquei uns bónus pelo meio, que no fundo já foram. A banca está agora em $113, eu lixado da cabeça, o novo nível obrigatoriamente de volta ao NL2... e começou o fogo de artifício lá fora... yeah!!!

Amanhã há mais... ESTUDO!!!

Bom S. João para vocês também!

domingo, 19 de junho de 2011

Primeiros shots em NL5

Hoje lá comecei a mandar os primeiros shots em NL5. Ainda não dá para tirar muitas conclusões, pois joguei poucas mesas em NL5, mantendo as outras todas em NL2. No total foram apenas 255 mãos.

A primeira ideia que fiquei é que as mesas são mais tights que em NL2 e que há mais jogadores agressivos. Lá está, é cedo eu sei, por isso não passa de uma primeira impressão.

A minha estratégia para NL2 tem funcionado bem e a média total em NL2 passou para ganhos de 8.91bb/100mãos em 32k mãos. Se for contar apenas a performance após aplicar a estratégia que deduzi, então os números passam para 18.54bb/100mãos em 8k mãos. Digamos que ganhei mais depois de estudar o meu próprio jogo e fazer os devidos ajustes, que nas 24k mãos antes! Sei que a amostra continua a ser pequena, mas fiquem com este gráfico para ver melhor:


A partir de cerca das 24k mãos, comecei com a estratégia actual. Já se pode ver algo, mesmo com poucas mãos, não? A banca está agora em $135 na PokerStars.

Agora é continuar a jogar NL2 com shots em NL5, até ter banca suficiente para manter 12 mesas em NL5 abertas ao mesmo tempo. Ainda falta. Até lá junta-se o útil ao agradável e vão-se atacando os bónus. Na PokerStrategy devo atingir fácilmente o estatuto Ouro pela primeira vez. Isso irá permitir-me aceder a conteúdo novo, o que acaba por ser um aliciante extra. Na PokerStars, não sei se ainda irei a tempo ou não de chegar a estatuto Silver. vai ser no limite. Depende muito do ritmo que impuser agora na recta final do mês. Sacar mais €10 é que já deverá ser em apenas mais 2-3 dias, se conseguir apanhar pelo menos dois dias bons e sem stress ou restrições de tempo. :P

sábado, 18 de junho de 2011

A ser roubado pelos câmbios na PokerStars! - Parte II


E hoje lá consegui organizar mais uma sessão de NL2 SH para testar a banca em Dollars.

Resultado: o valor que ganhei foi exactamente somado à minha banca em Dollars, sem diferença absolutamente nenhuma.

Estive a pensar sobre o assunto e acho que percebi que o problema veio de jogar com o auto-top das mesas activado. Isso significa que sempre que baixava de $2 o auto-top ia-me buscar o dinheiro que faltava para completar e manter sempre no início de cada mão os mesmo $2. Ora, imaginemos que precisava de $0.02. Isso em Euros dava a uma taxa de câmbio de 0.698, por exemplo, €0.01396. Como a PokerStars deve estar a fazer arredondamentos ao centésimo (não sei ao certo, mas desconfio que não ficam a perder), dá uma transferência de €0.02 para $0.02... Ou seja, perco €0.00604 no auto-top. Não parece muito pois não?... Agora coloquem 30k mãos em cima a jogar com auto-top e banca em Euros, para perceberem como se consegue perder mais de $20 nestas brincadeiras...

Estejam atentos e não joguem com bancas de moedas diferentes das mesas. Eu já aprendi a minha lição!

A ser roubado pelos câmbios na PokerStars!


Pois é verdade... Já há alguns dias que andava a desconfiar. Hoje confirmei sem dúvidas nenhumas!

Tenho a banca na PokerStars em Euros, no entanto, como muito boa gente, jogo em Dollars. Segundo a PokerStars, as conversões são feitas automaticamente entre uma moeda e outra, à taxa de câmbio de abertura da mesa.

Pois, nestes dias, as minhas estatísticas de jogo da base de dados, dizia que eu andava com uns ganhos em Dollars de quase $50 ($49 para ser mais exacto). Desde que jogo na PokerStars, já recebi dois bónus de €10 cada, para um total de €20. Conclusão? A minha banca, em Euros, estava em €89!!! Não é preciso ser um génio de contas para perceber que algo estava mal.

A taxa ontem de conversão estava em €1=$1.41. Ou seja, €89 menos os bónus de €20, dariam €69, que menos a banca inicial de €50 dariam €19 em ganhos. Ora €19*1.41=$26.79... ou seja... onde andam os outros vinte e tal dollars que ganhei???!!! São mais de 10 buy-ins no limite em que jogo!

Hoje tirei as teimas. Comecei com uma banca exacta de €89.92. Joguei para testar e perdi exactamente $0.27. Conclusão? Olho para a banca e ficou em €89.13!!!! Menos €0.79!!! Como??!!

Acabou a brincadeira. Nem quero saber se são taxas que ando a pagar ou que treta é esta. Já passei a banca toda para Dollars. Ficou em $127.55. Amanhã tiro as teimas de novo. A não ser que eu seja muito estúpido a fazer contas, andei a ser gamado fortemente por ter a conta em Euros e jogar em Dollars.

terça-feira, 14 de junho de 2011

Assalto à banca: fazemos cashout dos bónus ou não?

E cá está mais um post longo para os amantes masoquistas de testamentos! Se não amas ler só porque sim e não curtes muito a cena masoquista, se calhar nem percas tempo. Eu se estivesse desse lado, também não sei se teria pachorra... Claro que vou usar a técnica de ir intervalando com imagens engraçadas para animar o pessoal a ler tudo, mas corro o risco na mesma de verem as imagens e mesmo assim não lerem... Bah, cada um com o seu destino. O meu é apenas o de escrever este post espectacular e super interessante. O vosso de decidir se estão para aí virados ou não. And the winner is?...
 

Nos últimos dias, surgiram dois temas muito interessantes graças aos feedbacks que recebo aqui no blog e nos posts de mãos que fiz na PokerStrategy.com. De facto os feedbacks, quando são construtivos e vão para além do reforço motivacional, fazem mesmo a diferença e, aqui e ali, influenciam a minha evolução.


O primeiro tema, é sobre a forma de jogar em NL2 SH de forma a bater o nível. Especialmente interessante é até que ponto devemos alargar ou não a nossa 3bet e se devemos ou não procurar um All-In pré-flop com AK.

Sobre este tema de bater a NL2 SH, direi que tenho estudado alguns dos jogadores vencedores no limite que encontrei e outros que me recomendaram nos feedbacks. Fiz umas análises mais avançadas às minhas próprias estatísticas de mãos e cheguei a algumas conclusões interessantes. Já as coloquei em prática em duas sessões com resultados bastante positivos. O volume de mãos com este sistema é muito reduzido e por isso muito cedo para concluir o que quer que seja. Digamos apenas que mesmo estando a perder mais de 400bbs/100 mãos com AA, devido a valentes bad beats, estou claramente num ritmo de ganhos como nunca tive. A ver se se mantém e se atinjo volume para falar mais pormenorizadamente sobre ele.


O segundo tema, e o objecto deste post, é sobre se devemos contar com os ganhos em dinheiro dos bónus para subir de nível mais rápido ou não.

A ideia de todos os que deram feedback e prática mais vulgarizada, é a de manter os bónus todos dentro da banca e considera-los como ganhos no jogo, ou seja, usa-los para subir de limite. Um bónus de €10 euros equivale em dollars a cerca de 7 buy-ins para NL2 e 3,5 para NL4. Ora, para quem joga com uma gestão de banca de 25 buy-ins, de facto, esse bónus tem um peso enorme, quando chega a hora de decidir a subida ou não. No fundo a aposta é de que o dinheiro é mais rentável investido imediatamente, do que retirado. Como são quantias de bónus pequenas para a nossa vida, tudo se resume a definir que o peso do bónus usado para subir de limite é bastante mais importante que o dinheiro usado para pagar uma noite de copos qualquer.

 

Tudo lógico, claro, mas haverá algo mais profundo a analisar?

Na minha opinião sim. As questões mais profundas que levanto são se com a subida mais rápida, não teremos perdido uma boa hipótese de perceber se já temos qualidade para subir ou não? Será que aprendemos mesmo Poker ou apenas tivemos sorte? Quantas mãos jogamos se usarmos o bónus? Será que podemos dizer que são mãos suficientes para fazer o level up? Se achamos que somos bons no nível acima, então porque não começamos logo no nível acima? Porquê esperar pelos bónus nesse caso? Podia estar aqui a questionar sem parar, mas termino com a seguinte: onde queremos ganhar as bases sólidas de uma mente vencedora, que descobre a sua própria estratégia? Em NL2 ou NL4 ou mesmo NL10? Onde queremos fundamentar as nossas bases? Será que precisamos das fundamentar ou não?

Na minha visão, a NL2 é o nosso primeiro playmoney para sermos Jogadores de Poker, com J grande. Não para sermos imitadores de jogadores de Poker. Se não ganhamos a doer na NL2, vamos ser bons jogadores onde? Qual o nível onde estagnaremos? NL10, NL25? NL50? Por isso pretendo sacar o dinheiro de bónus e não conta-lo para subir de nível. É um sacrifício que acredito valer a pena em prol de uma melhor compreensão sobre o que faço nas mesas. Se virem o primeiro ponto, até julgo que já formei uma estratégia vencedora que compreendo perfeitamente, porque fui eu que a deduzi. Mesmo que tenha deduzido o óbvio, desta vez, eu consigo perceber plenamente o que faço e não ando a seguir tabelas ou aplicar estilos. Estou a criar o meu próprio estilo e agora os outros que digam se o meu estilo é básico ou geek ou estúpido ou o que lhes apeteça. No final do dia, o meu estilo, é simplesmente, o meu estilo. Será nele que evoluirei e não no de outro qualquer.


Para além disso, considero o fazer cashout dos bónus um excelente hábito para começar já a motivar um jogador a sentir dinheiro nas mãos vindo do Poker. No fundo jogamos para ganhar dinheiro e não apenas para subir a banca. Com cashouts assim tão cedo, aprendemos na base a equilibrar o objectivo de ganhos com a subida de banca. O valor é baixo, mas não deixa de ser simbólico e acreditem que não há melhor sensação que a de comprar algo com os ganhos vindo do Poker. Claro que cada um pode definir até onde quer ir antes de começar com os cashout. Eu ainda no Sábado comprei umas chuteiras de €27,99 e paguei com o meu MasterCard do Poker (do Moneybookers) e mais uma vez senti-me o dono do mundo! :D

Eu quero muito ser um bom jogador de Poker. Não um mais ou menos que ganha. Para isso quero perceber completamente o que faço. É o que fazem os melhores. Eles não aplicam nada sem compreenderem muito bem os conceitos que estão na base. Por isso são os melhores e por isso custa tanto chegar ao nível deles. Eles escrevem livros, outros lêem-nos. Eu quero estar do lado dos que escrevem, mesmo que se riam de mim por eu jogar NL2 como se fosse High Stakes. Eu compreendo-vos e respeito. Vocês são se calhar mais espertos, eu mais teimoso. Desde que no final ambos façamos algo que acreditamos e nos divirtamos no percurso, até acho piada a ser diferente nalgumas coisas. Sirvo de cobaia nem que seja. :)


And the winner is... EMPATE!

Gosto de agradar a todos os que me fazem o favor de ler esta cena até ao fim e de vez em quando até me motivarem com um feedback todo porreiro! Tenho a minha opção feita por não usar os bónus para subir de limite e por isso irei fazer cashout dos bónus. Digamos que é uma questão de opção pessoal e a variedade de estilos é o que faz desta modalidade uma verdadeira paixão interessante de seguir e partilhar. Se todos fizéssemos o mesmo, isto era uma verdadeira seca, era ou não era?!


PS: Espero que tenham gostado das imagens. Tentei agradar a todos os estilos, hehe. Só não meti o Justin Beaver, porque apesar de tudo ainda tento manter um certo nível de exigência... O Futre ainda teria piada porque está na moda, embora já um pouco gasto... o outro seria apenas de mau gosto... assim tentei apenas aparolar um pouco para vos reter até aqui e agora vou mas é dormir que se faz tarde! :P

sábado, 11 de junho de 2011

Não saio da cepa torta

Uma cepa que está torta, mal formada, cresce pouco, não dá bom fruto, não progride. É exactamente assim que me sinto em cash NL2 SH. Uma verdadeira cepa torta!

Hoje saquei mais um bónus de €10 na PokerStars. Mesmo assim o ritmo em NL2 anda nas 5.66 bbs/100 mãos. Quem diria que por esta altura ainda não andaria a matar na NL2?!

Como disse e vou manter, qualquer bónus é para cashout, por isso estou longe de subir de nível.

Qualquer jogador mais experiente diz que para bater NL2, basta não bluffar, ser tight, jogar em posição, procurar os peixes. Todos dizem isso, mas jogam limites acima. Se calhar até ganhariam fácil em NL2 sem se sentirem estúpidos. Eu tento e parece que me falha algo... Jogo NL2 e sinto-me estúpido. Facto! Por vezes sinto que estou quase a dominar, mas depois desconvenço-me rapidamente. Mesmo com bad beats e coolers, acho que 5.66bbs/100 anda longe de se poder dizer que já domino isto...

Procurei na Internet e descobri um jogador que crashou completamente NL2. É um jogador pro da PokerStars e em Dezembro de 2010 cumpriu um objectivo de jogar 1 milhão de mãos, num mês, em NL2. Resultado? Ganhou dinheiro em TODOS os dias para um total de lucro acima dos 2k dollars. 10.93 bbs/100 mãos a jogar 20/16/1 pré-flop e de certezinha que não foi em apenas 12 mesas ao mesmo tempo... Para os mais curiosos, o jogador é o Chiren80 da PokerStars e aqui ficam as stats do desafio dele:




Quando for grande quero fazer como ele!!!

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Acordar com o galo


Nos últimos dias tenho andado a ponderar aplicar o early riser novamente à minha vida. O early riser consiste em acordar às 5 da manhã todos os dias, aconteça o que acontecer. A produtividade dispara a níveis absurdos mesmo. E é possível, acreditem. Já o fiz no passado durante quase ano e meio e deixei de o fazer pela dessocialização que provoca pelo meio, que é a única desvantagem que conheço no processo. :P

Ando eu a pensar nisto e ontem não saí à noite, preferindo ficar a fazer uma curta sessão de NL2 em casa e deitar-me para descansar pouco depois da meia-noite. Estou eu a sonhar com uns cashouts milionários e um sorriso na cara, quando, vindo do nada, acordo às 5h30 como se tivesse dormido umas 8 horas perfeitas.

Olha... será que isto foi induzido pelos pensamentos do early riser?... Não sei... De qualquer forma, mesmo vindo com meia hora de atraso, lá aproveitei para testar o Poker em early riser mode. Fiz exercício físico, banho, pequeno-almoço e siga para 12 mesas de cash NL2 short hand.

Ok, primeira conclusão tirada: demasiado cedo para termos mesas boas, ou sequer, mesas. Não há americanos cansados e bêbados a jogar as últimas mãos na Poker Stars... ou melhor, simplesmente não há americanos... Bah... Black Friday rules suckx...

Enfim, mesmo assim lá meti volume de cerca de pouco mais de 1.5k mãos e como fiquei a perder 1,5 buy-ins, posso dizer que só estive a trabalhar para os bónus. Aproveitei e revi como sempre as mãos maiores e lá apanhei algumas falhas minhas. Algumas antigas que ainda não consigo controlar por causa de serem 12 mesas ao mesmo tempo. Pelo meio descobri uma nova: não respeito muito os raises a cbets que faço. Deve ser defeito de um vídeo que vi, onde se abusava dessa manobra contra cbets... Lá está, a pensar uns níveis acima não vou lá em NL2. Nota pessoal: raise a cbet, em NL2, significa que estão com nuts e eu já fui dar banho ao cão, logo fold fácil.

Conclusão do dia até agora: o early riser não me deu dinheiro, apesar da produtividade de dia que já tenho até agora. O galo que se lixe para já e depois logo se vê se volto a repetir ou não!

terça-feira, 7 de junho de 2011

Balanço no cash


Como os 5 leitores regulares deste blog, mais os 500 enganados pelo post do cash yin yang já se devem ter apercebido, recentemente apostei em evoluir em cash short hand. Passado cerca de 1 mês em que levo o assunto a sério, já dá para tirar algumas conclusões.

A primeira e mais evidente, é que é brutal a quantidade de rake que se gera em cash, quando comparado com os SNG. Só para terem uma ideia, este mês, em 5 dias apenas, atingi o estatuto prata na PokerStrategy.com. Os pontos lá têm directamente a ver com o rake gerado nas salas associadas. Quando jogava SNGs, demorava cerca de quase 3 vezes mais tempo para o mesmo estatuto.

Actualmente estou a jogar 12 mesas em simultâneo. Algo que tão cedo não me atreveria em SNG. E sinto-me bem. Se tivesse outro monitor e um computador um pouco mais potente, se calhar, até colocava mais mesas em aberto ao mesmo tempo. Grindar é em cash. A não ser que sejas o André Coimbra e aí até te patrocina a PokerStars e tudo! :)

Sinto-me à vontade com 12 mesas em cash SH e isto acelera ainda mais o rake gerado. Não estivesse eu a jogar agora na PokerStars e se calhar já estava com um rendimento engraçado só em rakeback. Não estou muito preocupado, pois estou a ganhar um pouco acima do break even em NL2 e já saquei um bónus de 10 euros e outros se seguirão em breve.

Já decidi que a banca vai ter de subir sem bónus e que os bónus serão para fazer cashout. Tenciono subir a banca até NL25 antes de pensar fazer qualquer alteração a isto. Ainda falta muito, mas o plano é para manter.

E estou a ganhar em NL2 SH? Bem... ganhar sim. Estou com 6.81 bb/100 em cerca de 17k mãos. Acho que tenho melhorado, mas ando algo desapoiado na evolução o que não ajuda. Tenho praticamente resumido o estudo à revisão das minhas mãos maiores na sessão. Depois ainda não encontrei alguém que me sirva de boa referência para o nível que jogo. Pode parecer estúpido o que estou a dizer, mas ainda não vi nenhum jogador/coach bom a bater NL2. Pelo menos como quem bate em mortos, não. Mas já vi vários a achar que sim. Isso sim. O que acho é que sobem demasiado rápido e usando os bónus, etc. O nível deles está bem acima e por isso nem se apercebem que pensam demais e que nem bateram verdadeiramente o nível.

Ou então eu sou mesmo muito estúpido... Mas não quero saber. Eu vou aprender a bater consistentemente o nível e por mim. Não há melhor sabedoria que a que nós próprios desenvolvemos e não há melhor altura para fazer essa evolução séria senão aqui no NL2. Este é o nível para as experiências todas e depois de descoberto o formato melhor para nós, limpamos este e mais uns dois ou três níveis que apareçam e mais uns transeuntes que estejam a passar na rua, só porque sim e porque somos bons e porque podemos. MAINADA!

A ver vamos como isto evolui. Para já estou a gostar e isso só por si já ajuda a manter esta minha insanidade mental de lutar em NL2 como se fosse o supra sumo dos objectivos de um jogador de Poker! :P

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Falha no tonner da impressora


Depois de umas sessões sempre a ganhar e a dar a tal sensação espectacular do imprimir dinheiro, veio o dia de hoje e uma sessão completamente negativa com a perda de quase 5 buy-ins.

Mesmo assim, desde que jogo cash a sério, vai para pouco mais de um mês, estou com uma performance de 7.28 bb/100 em cerca de 10k mãos. Acho que a tendência é para melhorar, por isso estou confiante que vou vingar também em cash.

Será que a sessão de hoje, foi um ajuste na variância dos últimos dias, ou terá mais algum motivo por trás? Bem, hoje seria um dia mau a nível psicológico para jogar, dado andar com problemas pessoais. De qualquer forma resolvi ir mais longe e rever bem a sessão para descobrir se tecnicamente estive bem ou nem por isso.

Para simplificar resolvi analisar mãos com mais de 20bbs no pote, quer tenha ganho ou perdido.

Primeira mão vista, nada a dizer. Recebo QQ no botão, vejo um peixe a fazer all-in atrás de mim, pago e recebo um all-in inesperado de outro jogador por cima. Como o pote oferecia mais de 5 para 1 nesta altura, tive que pagar o que faltava e pois... chapo com AA do jogador que veio por cima e a board não ajudou... Bye bye a 137,5 bbs só nesta... O peixe tinha JTo...

Segunda jogada vista, tenho KK em MP. Faço o open raise habitual e recebo call da SB. Flop 87Q e depois J com 3 cartas com draw para cor que eu não tinha. AI e ele mostra A3 com o 3 para possível cor. Nice. River flush para ele com o 3... Perdi este 75%-25% e com ele mais 98,50 bbs. Alguém que vá somando...

Terceira mão vista, faço dois pares em board dry, controlo o pote apesar de tudo e perco para set. Porreiro. Adeus mais 49 bbs...

Quarta mão vista, ofereci 30 bbs numa luta de botão contra SB. Fui parvo nesta e não cumpri a minha regra de não bluffar. Este mereci perder e sim, esta pode-se dizer que já estava a inventar.

Quinta mão, perdi 24 bbs numa board em que eu tinha draw para flush e duas over cards e acabei bluffado no river quando não bateu. Acontece.

Sexta mão vista. Deixo descontrolar um pote com um overpair de JJ em multi-way pot a 3 com raise pré-flop. Não respeitei um re-raise do terceiro jogador ao meu re-raise inicial em board dry. Paguei e ficamos all-in rapidamente, para ver set na mão dele e ir para um 8%-92%... Adeus a mais 115 bbs... Aqui devia ter cheirado o set, principalmente, analisando o jogo pré-flop e a agressividade pós-flop. Era impossível o meu overpair estar à frente ali... Bah... Tilt? Não sei, mas precipitação grande, sim. Esta conta para a cena do psicológico, pois acho que se estivesse normal, não largava tanto ali.

Sétima mão. Tenho QQ, faço uma 3bet a um jogador 21/5. Um terceiro jogador paga e o raiser inicial faz 4bet All-in. Paguei e levei com AA. Não gostei muito, pois ainda tinha mais um a falar e parecia na melhor das hipóteses estar num flip coin. Acho que ando com o gatilho demasiado leve com QQ na mão... 101bbs que disparei para outro lado. Esta conta metade para técnica e outra para a psi.

Oitava mão, joguei muito light um TJo em posição contra um peixe que tinha debaixo de olho. Ataquei um pouco a board. Faço dois pares no turn e vão todas. Azar que ele desta vez tinha top straight... 92,5 bbs. Psicológico. Mesmo contra peixes não costumo inventar desta forma.

Nona mão. AK contra um peixe. Faço top pair no turn e descontrolo o pote numa board muito wet para straight draws. O peixe passivo virou agressivo e nem reparei... bah... 74,5 bbs para a água.

Décima mão, mais umas 23 bbs inventadas em bluff contra um peixe... Yah... sem dúvida psicológico lixado. Esqueci muitas vezes a regra do não blufar o próximo...

Nas mãos que ganhei mais de 20 bbs, nada de anormal. Não dei nenhuma bad beat.

Resumindo e concluindo, numa sessão com 1.1k mãos, no que se resume ao grosso das mãos mais pesadas, posso dizer que levei com uma bad beat de quase 100 bbs e ofereci muitas mais por conta de andar a pensar na morte da bezerra em vez de nas mesas. Sem dúvida, sem dar por ela, as condições psicológicas entraram em jogo e fizeram com que inventasse demais. Saí muitas vezes da minha disciplina vencedora. O tonner de hoje falhou devido às minhas condicionantes psicológicas. Se calhar não preciso parar de jogar quando estiver assim, mas pelo menos tenho de estar bem mais alerta aos desvios do jogo normal e isso nem sempre é fácil. Direi que no mínimo, é mais arriscado. Amanhã há mais e espero voltar a ligar a impressora, mas desta vez, sem falhas no tonner!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...