quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Underkkover 0 - EV 1


Ok, confesso que falsifiquei o resultado. Levei goleada, aliás como sempre. O EV (expected value) não pára. É uma verdadeira máquina de trucidar.

Começo a jogar e quase na primeira mão recebo AK no botão. O jogador do cutt off faz open limp e eu raise para 4bbs e ele call. Board bate TAK e vilão faz-me check-raise. Vou all-in e ele paga e mostra AT. Turn T... (ele tinha 9%... Então?! Vá, é Poker... ALHO)... river Q... Underkkover 0 - EV 1. Yeah! Bora lá começar a sessão a olhar o EV de novo.

Depois de um curto intervalo para abastecer de chá, recomeço a sessão com cerca de 1 buy-in negativo e recebo AK suited na primeira mão, na big blind. Jogador em média posição faz mini-raise e call do CO. Faço 3bet e MP faz AI. CO fold... Será que estou com 50% ou a dominar um AQ qualquer?... Call e ele mostra AA para mais um cooler. Boa! Primeira mão e siiiiiiiiiiiiiiiiiiiigaaaaaaaaaa! Menos 2 buy-ins, mas com um EV DESTE TAMANHO!

E depois foi um sessão normal, de trás para a frente até ficar positivo, pouco acima do break even e, mais uma vez, a olhar para o estúpido do EV a rir-se que nem um parvo para mim. Pelo menos aqui na Lock Poker sempre se ganha rake back que se veja e sempre se vão acumulando pontos para desbloquear os bónus. Menos mal, senão diria que era mais uma sessão para brincar...

Hoje por coincidência a LuckyLady falou no seu blog, no livro "The Poker Mindset" de ian Taylor & Matthew Hilger. Eu tenho o livro e não páro de pensar que ele nos ensina a aceitar esta cena do EV com desportivismo. No fundo, explica que ao sermos melhores jogadores, estaremos mais vezes à frente quando atacarmos com um AI, que atrás. O resultado prático é levar mais bad beats que dá-las e por isso ter um EV sempre superior aos ganhos efectivos. Blá, blá, blá.

Eu até percebo isto do ponto de vista racional. É muito bonito, tem lógica e até está bem escrito. Um jogador melhor, leva mais bad beats. Ai que giro e simpático da parte dos bons jogadores. Que humano. Que humanitário... Enfim... E depois?! Quero que se #$%#$%#"#$"!" o EV acima dos meus ganhos! Quero é o cascalho do meu lado e quem quiser que fique com a lógica das coisas! Se para isso é preciso ser peixe, então eu quero ser peixe, quero ser burro, quero ser donk, morcão, nabo, o que for preciso, mas ai de quem me voltar a mexer no money que já era meu antes do flop!!!!!

2 comentários:

  1. Boas Underkkover, na tua primeira jogada não há mesmo nada a fazer, e mesmo assim ele podia ter QJ para o check-raise.
    Quanto á segunda jogada, por norma fora de posição mesmo com o Big Slick nas mãos para mim o normal é fazer apenas Call.
    Como nem tinha havido limpers até ao raiser inicial não havia necessidade de afugentar ninguém, e caso o flop fosse favoravel tinhas uma mão para surpreender, quando o mesmo não é favoravel não esqueças que estás atrás de qualquer Pocket Pair e fora de posição podendo assim fazer fold a qualquer momento.
    Claro que isto não têm de ser sempre assim, mas para isso tens de ter já alguma informação sobre a mesa e os teus adversários o que não foi o caso. ;)
    Ps: Mini-raise por vezes significa: "ah e tal,venham lá brincar comigo que eu tou Fraquinho".
    Confia desconfiando.

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Viva Mvsgo!

    Sim, o que dizes tem lógica, mas como tinha o CO na jogada, mandei a 3bet, pois podia ganhar logo ali a jogada e não andar com multiways potes com AK fora de posição.

    O pagar o AI, fiz porque estou em NL4 e muitas vezes aparecem com AT e outras mais ridículas.

    De qualquer forma, a tua linha é uma das que acho mais seguras e menos sujeita a variância... Já a cheguei a aconselhar e tudo, mas fora de posição dou preferência à agressividade. :)

    Abraço

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...