segunda-feira, 4 de abril de 2011

Cubo de Rubik e a busca da felicidade

Hoje estava a reflectir o tão complicada que anda a vida e o tão pouco tempo que tenho ultimamente para fazer algo que goste ou simplesmente para descansar e recuperar energias para continuar a tentar no dia seguinte.

Lembrei-me de rever o filme "The Pursuit of Happyness", baseado numa história verídica fantástica de um homem que fica sozinho com o filho, vira sem-abrigo e mesmo assim consegue continuar a tentar e vencer de uma forma fantástica. Pena que já não o encontrei e por isso, fiquei só pelo trailer:

 

Inspirado pelo filme, fui para as mesas jogar um pouco, que o tempo é curto, e foi com uma atitude muito descontraída que consegui recolocar a banca da Full Tilt novamente nos $275, o que significa que o próximo shot para os $5.50 está à vista. Nice! Estava a precisar de algo positivo antes de dormir.

Claro que depois, sem querer, vi que o próximo vídeo sugerido no YouTube era sobre o cubo Rubik. Claro que aparvalhei logo e imaginei que se imaginar que a minha vida é um cubo de Rubik baralhado, basta rodar aquilo para cima, para o lado, etc, que no final bate-se com as mãos na mesa e está tudo bem novamente... Nah... Estes vídeos a seguir são falsos de certeza. Se forem susceptíveis a vídeos deprimentes, não os vejam!!!

Primeiro, tenho urgência em resolver tão rápido como o campeão do mundo (o tempo urge):


Depois precisava perceber com a simplicidade e optimismo do olhar de um bebé:

 

Claro que os meus problemas parecem ser um pouco mais complexos, pelo que dava jeito ser ambidestro:

Mas, no fundo, no fundo, a habilidade necessário é mesmo esta:

 

Pronto, nem sei se fique meio frustrado ou não... Pelo menos, enquanto me derem tempo, posso dizer que amanhã acordarei para tentar outra vez. Só não esperem records do mundo, que eu não sou geek!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...